10 Dicas para manter a saúde mental

03 de Julho de 2013

Desfrutar de boa saúde mental significa viver a sensação de bem-estar na maioria dos dias, sentir-se confiante para assumir um desafio quando surgirem novas oportunidade. Assim como a sua saúde física, existem iniciativas que você pode tomar para aumentar saúde da mente.

Prolongue a sensação de bem-estar e fique mentalmente saudável seguindo alguns passos simples que separamos para você:  

Conecte-se com os outros. Manter relações fortes e duradouras com as pessoas que fazem parte do seu dia a dia é uma maneira eficiente de enriquecer a sua vida. Manter relacionamentos saudáveis com as pessoas tem um grande efeito sobre a nossa sensação de bem-estar. Dedicar tempo e esforço para construir relacionamentos de confiança pode ser recompensador.

Tire um tempo para desfrutar. Reserve um tempo para realizar atividades que lhe dão prazer, podem ser coisas muito simples como preencher cruzadinhas, fazer uma caminhada no parque, andar de bicicleta pela cidade, ler um livro, estar com a família ou amigos, passear com seu animal de estimação. Aproveite mais a vida.

Participar e compartilhar interesses.  Nada melhor do que poder conversar com pessoas que tem ideias parecidas com as suas. Você pode fazer isso participando de grupos ou clubes que se reúnem para compartilhar experiências sobre assuntos específicos como livros, vinhos, grupos de caminhada, dança, teatro. A sensação de pertencimento faz muito bem para sua saúde mental. 


Contribuir com a sua comunidade. Abrace uma causa e ofereça seu tempo para se dedicar a ela. Seja ajudar um vizinho velhinho, fazendo-lhe visitas, ser voluntário em ONGs que ajudam crianças e animais. Atitudes como esta contribuem para que a vida de outras pessoas seja melhor e consequentemente melhoram a sua vida também.

Cuide de si mesmo. Ser uma pessoa ativa e alimentar-se bem ajudam a manter a saúde corporal e mental. Elas estão intimamente ligadas e influenciam uma na outra. Se o seu problema é tempo para ir à academia cuidar do corpo, pode improvisar desenvolvendo atividades que te façam movimentar como caminhadas na hora do almoço, cuidar do jardim e até limpar a casa. Tudo combinado a uma dieta rica em proteínas e vitaminas.  

Desafie-se. Não deixe que o tempo e a rotina façam você ficar acomodado. Assuma novos desafios, treine uma nova habilidade, trace uma nova meta para sua vida. O aprendizado contribui para a melhora na aptidão mental, ajudando-o a desenvolver habilidades e deixando-o mais confiante para futuros desafios.

Lide com o estresse. Comece a perceber quais fatores desencadeiam o estresse em você e analise a forma como você reage a essas situações. Ficando mais atento você será capaz de notar os gatilhos e estará preparado para administrar a situação com mais cautela, evitando a adoção de atitudes que podem ser exageradas. Manter um estilo de vida equilibrado poderá ajudar no autocontrole em situações estressantes. Exercícios que trabalham a respiração e o relaxamento do corpo como meditação e yoga são muito eficazes nesses casos.

Descanso e atualização. Dormir bem contribui para que seu corpo se sinta descansado e, como consequência, seu dia possa render mais. Após uma boa noite de sono você acordará restaurado para enfrentar uma rotina atribulada no dia seguinte. Mas também é preciso analisar em que ritmo você está vivendo, quanto mais estresse no dia, mais você se sentirá cansado e fadigado.

Observe o aqui e agora. Reserve um momento para você no presente. Permita-se parar por alguns minutos e sentir o sol na sua pele, o vento passando pelo seu rosto, ouça sua respiração, sinta o ar entrando em seus pulmões. As pessoas costumam estar sempre se apegando as lembranças do passado ou planejando o que farão no futuro, mas esquecem de viver o momento, aproveitar o que vida lhes oferece no agora. Deixando de lado as sensações presentes e deixando de olhar para si naquela hora. Perceber-se também faz bem para a saúde mental. 

Peça ajuda. Pode parecer simples, mas muitas pessoas evitam ao máximo pedir a ajuda dos outros. Mas é preciso entender que a vida não é perfeita e que em algum momento será necessário contar com os amigos, familiares ou até com um estranho quando precisarmos. Se você não consegue fazer sozinho, não hesite, peça ajuda. Muitas pessoas estão dispostas a auxiliá-lo sem pedir nada em troca, o nome disso é amizade e compreensão.