Musculação para idosos

24 de Setembro de 2013

A prática de atividade física vem ajudando muitas pessoas a recuperar tempos perdidos e a ganhar confiança. Pessoas que passaram a vida obesas encontram através do exercício físico a libertação para muitos problemas. Com o idoso não é diferente, a idade chega e com ela os problemas aparecem. A flexibilidade não é mais a mesma, o equilíbrio do corpo virá uma insegurança e os ossos muitas vezes não aguentam toda a estrutura. Numerosos estudos têm mostrado que o treinamento de força para idosos feitos regularmente não só ajudam a fortalecer os ossos e a musculatura, mas também compensa a fraqueza e fragilidade que normalmente vem com o envelhecimento.

Praticar exercícios fará com que os idosos fortaleçam os músculos e também sua resistência muscular, que é a capacidade de repetir um movimento repetidas vezes.

Musculação para idosos pode ajudar a tratar muitas doenças:

A osteoporose, que é uma condição na qual o material esquelético começa a enfraquecer e deteriorar-se. Isso pode causar deformidade e fraturas na espinha e nos quadris.

Artrite, que é na forma de osteoartrite ou artrite reumatoide. Essa condição vai atacar a cartilagem articular e a membrana sinovial, respectivamente.

Algum alívio dos sintomas de doença pulmonar obstrutiva crônica pode ser possível com o fortalecimento de programas do abdômen e músculos do peito.

A obesidade pode ser eliminada com um programa de baixa intensidade para reduzir o risco de lesão ortopédica.

Diabetes Tipo II, o exercício pode ajudar a controlar o açúcar no sangue melhorando a sua qualidade de vida.

Problemas nas costas podem ser melhorados com alongamentos e fortalecimento voltados para a região lombar e sacral.

Toda ou qualquer atividade física para idosos tem que ser monitoradas por um Médico, Educador Físico, Fisioterapeuta e um Nutricionista. Tenha todos os exames de Sangue e exame de coração em dia.